Home>Colunas>Dicas de Saúde>Toxina Botulínica na Odontologia
Dicas de Saúde Saúde

Toxina Botulínica na Odontologia

A toxina botulínica (conhecida como BOTOX) é o extrato purificado representado por um complexo proteico de origem biológica obtido pela bactéria Clostridium Botulinum. Tem como seu mecanismo de ação o bloqueio da acetilcolina (neurotransmissor responsável pela contração muscular), causando o relaxamento ou a diminuição da contração muscular onde é aplicado.

É um dos medicamentos mais pesquisados do mundo e possui o maior nível de evidencias cientificas com grau de recomendação para as indicações clinicas. O BOTOX  deve ser administrado por profissionais habilitados para o uso. A toxina é usada na Odontologia para tratamento terapêutico nos seguintes casos:

  • BRUXISMO/APERTAMENTO

Ajudando muito os pacientes que sofrem de apertar ou ranger os dentes durante o dia ou a noite. A toxina botulínica é aplicada nos dois lados da face, no masseter que é o músculo da  mastigação e no temporal, ajudando a diminuir a contração e a potência muscular da região para o estimulo do bruxismo ou apertamento. Portanto melhorando a qualidade do sono, tensão muscular, ranger dos dentes e desgastes dentários.

  • SORRISO GENGIVAL

Para melhorar o sorriso das pessoas que mostram muito a gengiva. Ao invés de cirurgia a toxina age no músculo expondo menos a gengiva.

  • DORES DE CABEÇA

Causadas ou agravadas pelos músculos da mastigação.

  • IMPLANTES

Quando tem que esperar o tempo de osseointegracao do implante ou quando  se faz carga imediata, diminuindo a potência dos músculos da mastigação.

  • DORES OROFACIAIS

Quando elas forem de origem muscular ,a toxina pode interferir na contração muscular, promovendo o relaxamento.

  • SIALORREIA

Sialorreia é o excesso de saliva, o qual em muitas pessoas, esta condição tem riscos de engasgar e inalar saliva, alimentos ou fluidos para o pulmão. A toxina vai ajudar  no controle da quantidade de saliva.

 

Hipertrofia masseter bruxismo

 

Sorriso gengival

 

A durabilidade da toxina pode variar em media de 4 a 8 meses dependendo de cada  organismo.

As contra indicações  para: gravidez, amamentação, alérgicos a proteína de ovo, doenças neuromusculares autoimunes como miastenia e coagulopatias.

Existe um mito que quanto mais se faz a aplicação da toxina, necessita cada vez mais o uso. Estudos contradizem mostrando que com o tempo de tratamento e uso adequado, a necessidade da toxina é reduzida   o que implica em doses menores, pois diminuindo a atividade muscular, condiciona-se a não mais contrair. Cada vez mais os dentistas  estão utilizando a toxina botulínica como tratamento terapêutico de seus pacientes.

Dra. Samantha Sauer Sartor 

Cirurgia dentista

Implante Estética

CROSP 55416

Comentários

Comentários