Home>Geral>Conheça a Ciclolix: As bicicletas coletoras
Geral

Conheça a Ciclolix: As bicicletas coletoras

Ciclolix, bicicletas coletoras com a finalidade de acabar com o trabalho escravo de cavalos

Um dos braços do Relix, a bicicleta coletora foi criada em 2014 pelo projeto Relix, que se instituiu em Pernambuco, e visa promover ações educacionais e artísticas para a sustentabilidade.

Com capacidade para suportar 450kg, as Ciclolix também são sinalizadas para promover uma condição de trabalho mais segura para os coletores. Elas vêm acompanhadas com amassador de latinha e garrafa PET, estepe, cadeado e corrente, calibragem e sinalização. Além disso, cada trabalhador que utiliza a Ciclolix para a coleta, recebe um kit que inclui apetrechos para proteção pessoal, como chapéu, camisa de sinalização, luvas apropriadas e bolsas de guidão.

As bikes coletoras vêm fazendo grande sucesso entre a população pois o projeto, além da preocupação acerca da sustentabilidade, visa a proteção e bem dos cavalos e burros de carga. O projeto vai contra todo tipo de trabalho que utilize de animais de carga para a sua execução.

No ano de 2014, foram entregues 100 bicicletas para os coletores de Pernambuco. Em 2016, o projeto se expandiu e foram doadas 30 Ciclolix para as coorporativas de coleta em Alagoas. No ano seguinte, o projeto entregou mais 50 para Pernambuco.

Em entrevista para A Folha, Lina Rosa, fundadora e idealizadora do projeto, diz que outro ponto positivo é que os coletores autônomos começaram desde o lançamento das Ciclolix, procuras corporativas de coleta, o que traz mais monitoramento do trabalho, para uma melhor condição.

O projeto tem apoio do Sesi Alagoas e da Secretária do Estado e do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do estado de Alagoas. O Relix, já é implantado em 24 municípios de Pernambuco, e a 8 de Alagoas. Em 2014 houve a tentativa da incorporação do projeto no estado de São Paulo, mas a ideia não teve seu proceder.

Comentários

Comentários