Home>Pets>Cuidados necessários com seu cão nesse verão
Pets

Cuidados necessários com seu cão nesse verão

No verão é necessário um cuidado redobrado com a pele e o organismo. As altas temperaturas e irradiações solares podem causar sérios danos para todos, inclusive para os cães. Desidratação, insolação e queimaduras são alguns dos problemas que os caninos podem desenvolver durante essa estação do ano. Para a prevenção da saúde de seu pet, alguns cuidados devem ser tomados.

Por não possuírem glândulas sudoríparas, não liberam o excesso de calor através de suor, o que pode ocasionar em problemas durante o verão. Quando os cães atingem a temperatura máxima que seu organismo pode suportar, que é 43°, o animal sofre por insolação, que é causada por exposição excessiva ao sol.

Após isso, eles passam por uma desidratação severa, que pode até mesmo causar desmaios, pela falta demasiada de líquidos. Nesse caso, é necessário que o cão seja retirado imediatamente de lugares com alta exposição a luz do sol, e devem ingerir água lentamente para que não ocasione em outros problemas.

Além de problemas como desidratação e insolação como citado acima, as queimaduras também são comuns nessa estação do ano nos cães.

Passeios em horários de pico, em que o sol está mais forte, devem ser evitados para melhor proteção do pet, pois o cão é suscetível a ter queimaduras nos “coxins”, que são a parte mais estufada da pata do canino.

Cães com pelagem branca são mais propensos para queimaduras na pele, focinho e ponta das orelhas. Para evitar é indicado o uso de protetor solar nesses locais dos cães, quando a exposição ao sol for por longos períodos.

Comentários

Comentários