Home>Colunas>Dicas de Saúde>Atividade física ajuda a prevenir doenças graves
Dicas de Saúde Geral

Atividade física ajuda a prevenir doenças graves

A prática de atividade física é recomendada para todos. Crianças a partir de 6 meses de vida já podem fazer natação; gestantes podem fazer caminhadas e corridas, assim como idosos, entre outros exemplos. Para cada um sempre há uma indicação.

A atividade física traz benefícios para a saúde física e mental de todos, no entanto, a Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta que apenas 27% da população mundial pratica algum exercício físico. No Brasil, 47% das pessoas não se exercitam regularmente e o número de inatividade cresce a cada ano.

Segundo o Dr J Bussade, nutrólogo e um dos pioneiros da Prática Estética Ortomolecular no Brasil, que também é mentor científico e consultor da Bothanica Mineral a prática de atividades físicas é extremamente benéfica e evita diversas doenças graves. “Um estilo de vida saudável é o melhor tratamento e a melhor prevenção para qualquer doença”, defende Dr J Bussade.

O especialista lembra que a atividade física é uma das melhores maneiras de se prevenir qualquer doença. “Uma caminhada já é importante, porém, quanto mais atividades físicas melhor. É fundamental procurar ajuda de um profissional para encontrar a atividade física ideal para cada um”, aponta.

Prevenção de doenças

Muitas doenças podem ser prevenidas com um estilo de vida saudável e prática regular de atividades físicas. Segundo um artigo na revista científica internacional Cancer Epidemiology, no Brasil, cerca de 10 mil novos casos de câncer de todos os tipos poderiam ser evitados por ano se a população praticasse mais atividades físicas. Além disso, ela também é importante no controle do peso e da obesidade. A diabetes também pode ser evitada e controlada com a prática de exercícios físicos regulares.

O Mal de Alzheimer, por exemplo, é uma doença degenerativa em idosos e que se agrava com o tempo, no entanto, a prática de atividades físicas deve começar muito antes da terceira idade.  “Atividades físicas ativam um componente cerebral chamado BNDF(fator neurotrófico derivado do cérebro). Ele ativa a glia, que é considerada hoje 90% do cérebro e que ajuda a nutrir o mesmo e a fazer conexões entre os neurônios”, destaca Dr J Bussade. Além disso, a atividade física aumenta a biogênese mitocondrial. “Quanto mais mitocôndrias você tiver, mais você vai viver”, afirma o especialista.

Mulheres

Estima-se que no Brasil 51% das mulheres não praticam qualquer atividade física, enquanto o número de homens é de 43%. No entanto, algumas doenças que atingem principalmente mulheres também podem ser evitadas. Um bom exemplo é a osteoporose, que acomete, principalmente, mulheres acima de 60 anos, mas que deve ser prevenida desde a infância. “A osteoporose é uma doença infantil com consequências geriátricas. Dessa maneira, a prevenção em torno da doença deve ser iniciada ainda na infância. O primeiro tratamento deve ser a prevenção com a prática de atividades físicas e um estilo de vida saudável”, afirma Dr J Bussade. Além disso, a TPM e cistos nos ovários também são prevenidos com exercícios regulares.

Doenças mentais

Além dos benefícios na prevenção de doenças físicas, Dr J Bussade afirma que a prática de atividade física também previne doenças mentais como estresse, ansiedade e, até, depressão. Além disso, ela proporciona mais sensação de bem-estar e, até mesmo, autoestima mais elevada.

Dessa maneira, a prática de atividades físicas, aliada a uma alimentação adequada, proporciona um estilo de vida muito mais saudável para todos. Com a prática de exercícios regulares a pessoa irá ter mais saúde e viver mais.

Fonte: Dr J Bussade | Médico Uma Vida Dedicada a Pesquisa | CRM 14.558/SP Médico Clínico, Generalista, Cirurgião Geral, Gastroenterologista, Coloproctologista e Nutrólogo. Pioneiro Mundial da Prática Estética Ortomolecular; Introdutor da Medicina Estética no Brasil; Um dos Precursores da Prática Médica Ortomolecular na América Latina; Estudioso da Nutrição, Homeopatia e Fitoterapia. Participante ativo como palestrante Oficial dos primeiros Congressos Internacionais de Estética, Medicina Estética e Pratica Médica Ortomolecular no Brasil com mais de 50 anos de experiência profissional.

Comentários

Comentários