Home>Colunas>Dicas de Saúde>Musculação para adolescentes: é recomendável?
Dicas de Saúde

Musculação para adolescentes: é recomendável?

Na adolescência, é comum a busca pelo corpo ideal. Atualmente os jovens buscam desenvolver músculos, por isso eles estão começando a praticar cada vez mais cedo atividades físicas como a musculação. Mas, existem muitas dúvidas em torno do assunto. Um deles é se o levantamento de peso pode acabar prejudicando o crescimento natural do corpo, já que, nessa fase da vida, o organismo ainda está em pleno desenvolvimento. Para esclarecer essas dúvidas, o fisiologista e preparador físico Gustavo Barquilha responde perguntas e ainda aponta dicas de como ter um bom rendimento físico nessa fase de puberdade.

Qual a idade mais indicada para iniciar a prática da musculação?

Alguns estudos demonstram que crianças a partir de 7 a 8 anos já podem começar a fazer a musculação. Entretanto, várias academias liberam a prática de musculação para crianças acima de 13 anos.

Cuidados

É fundamental que uma criança só faça musculação com supervisão de um profissional de educação física. Os principais cuidados são com o excesso de treinamento, que aliado a uma má alimentação pode prejudicar o crescimento dessa criança. Exercícios feitos de maneira errada também pode lesionar crianças e adolescentes.

Desenvolvimento físico

O desenvolvimento da força muscular, importante para o dia-a-dia de qualquer pessoa, inclusive crianças e jovens é o aspecto que se sobressai. A parte estética também pode ser desenvolvida, ocorrendo um melhor controle de peso corporal e aumento de massa muscular, o que pode ajudar na auto estima especialmente de um adolescente.

Orientação médica

Toda atividade física deve ser orientada por um médico. Essa orientação, na verdade, são exames médicos que atestam a saúde da criança ou adolescente, liberando ela para prática esportiva.

Em quais casos a musculação é indicada para adolescentes?

Especialmente em casos de deficiência de crescimento, pois a musculação estimula os hormônios anabólicos, importantes para o crescimento muscular. Outra finalidade da musculação muito utilizada por crianças e adolescentes é a melhora da autoestima ou mesmo depressão.

Existe algum risco no excesso de levantamento de peso, sobretudo, na faixa etária dos 12 aos 18 anos?

Em qualquer esporte, é cada vez maior o nível técnico e físico de crianças e adolescentes. Se for feito de maneira segura, através de um processo adaptativo de meses e anos (aumento gradual do peso levantado), qualquer criança ou adolescente pode levantar grandes pesos. O problema é quando uma criança sem acompanhamento quer levantar um peso maior do que o que ela suporta, sem uma estrutura física compatível com aquele peso. Isso sim pode gerar lesões e deficiências no crescimento.

Pesos

As cargas (pesos) devem ser leves no começo, e conforme esse adolescente for treinando, os pesos irão aumentando. Isso se chama progressão de cargas.  No início do treinamento, nosso corpo está se acostumando com os exercícios, sendo uma fase de adaptação.

Todos devem levantar pesos leves no começo, e ir aumentando progressivamente. De uma maneira geral, o adolescente mais pesado possui mais força muscular que um adolescente mais leve. Entretanto, nem sempre um adolescente mais pesado vai levantar mais peso do que um mais leve. Inclusive, em algumas competições de Powerlifting (levantamento de peso), usa-se a força relativa (peso levantado versus peso corporal do atleta) como forma de julgamento.

Para quem está começando

Exercícios de simples execução de movimentos e dinâmicos são os mais recomendados. Praticar musculação com um parceiro de treino é mais motivacional, especialmente para um adolescente. E por último, ter paciência. O aumento de carga nos exercícios e de massa muscular virá com o tempo. Acelerar esse processo pode ter um efeito inverso, lesionando o adolescente e até mesmo desmotivando a prática da musculação na fase adulta! Não existe uma idade recomendada, mas sim alguma necessidade existente dentro da dieta do adolescente. O ideal é passar por uma nutricionista.

Comentários

Comentários