Home>Colunas>Dicas de Saúde>Dormir bem pode mudar a sua saúde
Dicas de Saúde

Dormir bem pode mudar a sua saúde

Muitas vezes banalizada, uma boa noite de sono pode prevenir doenças graves

Nos dias atuais, poucas pessoas têm uma noite bem dormida. A correria do dia a dia, o estresse e o sedentarismo afetam também o sono. No entanto, dormir bem é essencial para ter qualidade de vida e uma boa saúde.

Passamos aproximadamente um terço de nossas vidas dormindo. Dormir bem é essencial para várias funções do corpo humano, inclusive para o desempenho físico e mental, para o fortalecimento do nosso sistema imunológico, além da formação de vários hormônios na fase REM do sono, que é a mais profunda. Portanto, é preciso dormir e dormir bem.

Segundo o nutrólogo e precursor da medicina ortomolecular no Brasil, Dr J Bussade, que também é mentor científico da Bothanica Mineral®, dormir é essencial para a manutenção do corpo humano. “Quando dormimos nosso sistema imune se fortalece, há a secreção e liberação de hormônios durante o sono, como o hormônio do crescimento, por exemplo”, destaca.

Outros benefícios de um sono de qualidade são a melhora da memória e o relaxamento e repouso dos músculos. Dormir bem também pode ajudar no controle de emoções, colaborar para a  tomada de decisões e, até mesmo, aumentar a criatividade.

Prevenção de doenças

Dr J Bussade lembra que a medicina preventiva é mais importante até mesmo que a medicina para cura. Nesse sentido, aponta que dormir bem pode ajudar a prevenir diversas doenças.

O mal de Alzheimer é uma doença incurável que se agrava ao longo do tempo, mas, diferente do que muitos pensam, ela pode ser prevenida e uma das maneiras é ter um bom sono. O Parkinson também pode ser prevenido com a manutenção de um sono de qualidade.

Dr J Bussade lembra que doenças como ansiedade e depressão também podem ser combatidas. “A diminuição da melatonina é uma das causas dessas doenças e é preciso controle. A melatonina regula o relógio biológico da pessoa e, portanto, o sono. A falta de sono pode aumentar ainda mais a ansiedade e depressão”, declara.

Atividades físicas

A prática de atividades físicas é essencial para um sono com qualidade e técnicas de meditação como yoga, tai chi, entre outras, podem ajudar muito. Cabe destacar que pessoas sedentárias têm um sono de pior qualidade e, por isso, estão mais propensas a diversos tipos de doenças.

Luzes e eletrônicos

Muito comum atualmente, um mau hábito que prejudica a qualidade do sono é o excesso do uso de aparelhos eletrônicos, principalmente antes de dormir. Pesquisas apontam que o ideal é que não se use esses aparelhos por, pelo menos, 30 minutos antes de deitar.

Outro hábito prejudicial é dormir de luzes acesas. Dr J Bussade afirma que essa atitude dificulta uma boa noite de sono. “É preciso dormir com tudo escuro, porque com luzes acesas a pessoa não chega ao sono mais profundo, que é aquele que realmente proporciona o descanso e que estimula o corpo a produzir hormônios”, aponta.  Ele ainda indica que quando a pessoa for no banheiro durante à noite, o mais indicado é que continue com as luzes apagadas e, se possível, utilize uma lanterna na cor vermelha para iluminar o caminho.

Comentários

Comentários