Home>Colunas>Dicas de Saúde>Excesso de açúcar prejudica saúde mental dos homens
Dicas de Saúde

Excesso de açúcar prejudica saúde mental dos homens

Uma pesquisa recentemente realizada pela University College London (Reino Unido), e publicada na revista Scientific Reports, apontou que o excesso de açúcar está relacionado ao desenvolvimento de doenças mentais nos homens, como ansiedade e depressão.

O estudo foi feito com homens e mulheres, no entanto, a associação entre o açúcar e problemas mentais apareceu apenas no grupo masculino. Especificamente em relação a esse grupo, foram analisados dados de 8.087 britânicos com idades entre 39 e 83 anos. As informações foram coletadas por um período de 22 anos, para um estudo de larga escala. As descobertas foram feitas com base em questionários sobre a dieta e a saúde mental dos participantes.

O consumo de açúcar foi medido por 15 itens que incluem refrigerantes, sucos industrializados, doces, bolos, biscoitos e açúcar adicionado ao café. Para os homens, foi considerado alto consumo uma quantidade maior que 67 gramas por dia e, para mulheres, acima de 50. A Organização Mundial da Saúde recomenda uso máximo de 50 gramas por dia e aponta que o ideal é não passar dos 25.

Impacto na saúde

Os resultados da pesquisa apontaram um efeito adverso de longo prazo na saúde mental dos homens, ligado ao excessivo consumo de açúcar proveniente de alimentos e bebidas doces. Para um terço dos homens – aqueles com maior consumo de açúcar -, houve alta de 23% da ocorrência de problemas mentais após cinco anos, independentemente de obesidade, comportamentos relacionados à saúde, do restante da dieta e de fatores sociodemográficos.

De acordo com o estudo, para evitar complicações como ansiedade e depressão, é imprescindível manter uma alimentação saudável e melhorar a qualidade de vida. Nesse sentido, o método de emagrecimento 5S oferece um grande apoio, pois o programa irá educar o paciente e reprogramar todo o organismo do paciente.

Comentários

Comentários