UPbe04
Karina ZuccariSaúde

O que é e como evitar a dor lombar

UPbe05

         A coluna vertebral e constituída por uma série de ossos, que são chamados de vertebras. Esse conjunto de vertebras e dividido em regiões: que são cervical, torácica, lombar e sacral e a região do cóccix

UPbe16

  A coluna vertebral e uma das partes mais vitais do corpo humano, sua anatomia e extremamente bem concebida e serve para várias funções, incluindo:

  • Movimento
  • Equilíbrio
  • Postura ereta
  • Proteção da medula espinhal
  • Absorção de choque

        Todos os elementos da coluna vertebral possuem também como objetivo proteger a medula espinhal, concebida para proporcionar uma comunicação entre o cérebro e o resto do corpo. Sua mobilidade e sensibilidade em todo corpo ocorre graças a sua interação complexa de ossos, ligamentos e estruturas musculares, coordenadas pelos nervos.

        A coluna vertebral do adulto e equilibrada sobre a pelve requerendo mínimo de carga de trabalho sobre músculos para manter uma postura ereta.

UPbe15

        A perda de equilíbrio da coluna vertebral pode resultar em tensão para os músculos da coluna e deformidade da coluna vertebral. Quando a coluna está machucada e sua função prejudicada, as consequências podem ser dolorosas e até mesmo incapacitantes.

Imagem Ilustrativa
A postura viciosa e esforço físico são sem dúvida os principais fatores de risco para a lombalgia.

          A lombalgia ou dor na região lombar é um distúrbio comum do sistema musculoesquelético que envolve os músculos, nervos e ossos das costas e que causa dor na região lombar.

       A lombociatalgia é a dor lombar que se irradia para uma ou ambas as nádegas e/ou para as pernas na distribuição do nervo ciático.   A dor lombar ou lombalgia costuma afetar 90% da população (cerca de 3 a cada 4 pessoas) em todo o mundo e requer maior atenção, pois seus sintomas se não forem tratados corretamente podem causar danos permanentes e prejudicar muito a qualidade de vida da pessoa. Por ser a mais comum das dores nas costas, a dor lombar costuma afetar não apenas pessoas de idade mais avançada, mas também os mais jovens por conta do número de horas que passamos sentados durante as longas jornadas de trabalho ou em uma postura incorreta.

    Investir na prevenção com a adoção de uma rotina saudável com a prática de exercícios físicos regulares, alimentação saudável e boa postura é ainda a melhor maneira de evitar o problema. As dores lombares são classificadas como agudas ou crônicas, o que as diferencia é o tempo de duração. A dor na lombar pode ser classificada em dois tipos diferentes, sendo:

lombalgia aguda: é classificada como uma dor lombar aguda quando o problema surgiu há menos de seis semanas; geralmente ela é causada pela má postura ou esforço excessivo.

lombalgia crônica: quando a dor está incomodando há mais de 12 semanas e nem sempre é possível identificar a sua causa, podendo estar relacionada com a artrose ou hérnia de disco.

Principais fatores

As causas comuns incluem levantamento de peso de maneira inadequada, falta de exercícios físicos regulares, obesidade, doenças reumáticas, envelhecimento e até fatores emocionais podem estar relacionados.

Além desses, a postura viciosa e esforço físico são sem dúvida os principais fatores de risco. Hábitos incorretos de postura ao deitar, sentar ou realizar qualquer atividade do dia a dia, no trabalho e lazer podem acarretar em malefícios à coluna.

 Principais Sintomas:

  • Sensação de queimação ou “choque” na região lombar;
  • Incapacidade de ficar em pé ou de se movimentar livremente (coluna “travada”);
  • Irradiação da dor para as pernas (ciatalgia);
  • Dor intensa e aguda, incapacitante ou persistente.
  • Dor que se inicia de maneira súbita na região lombar;
  • Irradiação ocasional da dor para os glúteos e/ou coxas, até os joelhos;
  • A dor nas costas é pior que a das coxas
  • A dor se agrava com o movimento, ao sentar-se, parar, levantar objetos ou inclinar-se
  • Há antecedentes de fatores psicológicos e laborais estressantes;

   Em alguns casos, existe antecedente de lesão mecânica ou história de trauma (com ou sem fratura) A dor lombar é também um dos principais motivos de ausência no trabalho. Portanto, é importante cuidar da saúde e da postura no ambiente de trabalho. Entre elas, utilizar cadeiras que não reclinem para trás, com apoio para os braços; sentar usando todo encosto e os pés totalmente encostados no chão. A tela do computador deve ficar na altura dos olhos para a coluna cervical (pescoço) ficar em posição confortável.

imagem ilustrativa
Uma das recomendações para evitar a desagradável dor na lombar é realizar alongamentos com frequência.

Dor nas costas: cuidados para prevenir esse incomodo

  • Realizar alongamentos com frequência
  • Realizar exercícios para fortalecimento muscular
  • Manter uma boa postura para evitar dores
  • Escolher um bom colchão
  • Se trabalha sentado por um grande período, levantar de vez em quando.
  • Evite sobrepeso
  • Praticar atividade física
  • Postura adequada durante o sono

Em caso de dor lombar, procure ajuda se:

  • Apresentar dores nas costas por mais de 1 semana
  • Notar que a dor lombar piora
  • Sentir dores, amortecimento e formigamento que irradiam até as pernas
  • Apresentar dor repentina ou fraqueza nas pernas
  • Perceber que a dor lombar dificulta o caminhar e a realização das tarefas diárias.

        O tratamento para a dor lombar que não esteja relacionado a complicações mais serias consistira de: repouso parcial, compressas quentes e frias, massagem, fisioterapia, atividade física e medicamentos quando necessários após uma avaliação medica.

Acesse todos os conteúdos da Dra. Karina Zuccari clicando aqui

Acesse o canal UP Cuesta Bem Estar no youtube!

Comentários

Comentários

Mostrar mais
UPbe07
Botão Voltar ao topo
Fechar