UPbe04
Boa FormaEditorial Boa Forma

Exercícios ao ar livre: saiba como você deve se proteger contra o coronavírus

Neste conteúdo mostramos a você as medidas de proteção essenciais para a prática de atividade física em locais públicos.

Com a chegada de um novo ano, uma das metas mais comuns entre os brasileiros é a busca por um estilo de vida mais saudável e, quando pensamos em saúde, logo a associamos à prática de exercícios físicos.

No entanto, com a pandemia de coronavírus, o grande aumento no número de casos de Covid-19 no Brasil e a superlotação dos hospitais, a prática de atividade física tornou- se mais complicada.

UPbe16
Com um novo ano chegando, uma das principais metas dos brasileiros é a busca por um estilo de vida mais saudável

Frequentar academias com um ambiente fechado, onde o ar não circula adequadamente, não é uma escolha favorável durante este período. A atitude mais correta seria malhar em casa, livre de aglomerações. Porém, nem todo mundo possui um espaço amplo o suficiente para se movimentar e alguns exercícios só podem ser realizados ao ar livre, como por exemplo, correr ou andar de bicicleta.

Por isso, separamos algumas dicas e recomendações para você que precisa sair de casa para se exercitar, prezando sempre pelo seu bem estar e segurança durante este momento que exige cuidados redobrados, ainda mais quando se está na estação mais quente do ano!

UPbe15

1 – Mantenha o distanciamento social:

Fuja das aglomerações! Seja para alongamentos, corridas, pedaladas ou qualquer outra prática, mesmo que ao ar livre, é fundamental manter uma distância mínima de dois metros entre os praticantes.

Estudos feitos pela Universidade Tecnológica de Eindhoven e a Universidade Católica de Leuven (KU Leuven), de Holanda e Bélgica, respectivamente, apontam que para cada modalidade de exercícios é necessário que se adote medidas diferentes de distanciamento. Isso ocorre porque as partículas liberadas pelo atleta que está à frente formam uma nuvem capaz de contaminar aquele que vem atrás, e assim por diante.

Em entrevista à revista Veja, a ortopedista Ana Paula Simões, da Santa Casa de São Paulo, afirma: “Para caminhadas, a distância ideal é de, no mínimo, quatro a cinco metros entre cada praticante. Nas corridas, o distanciamento aceitável é de dez metros. Já no ciclismo, principalmente o de alta performance, a distância é de 20 metros.

Quando se trata de jogos em quadras abertas, evite aqueles onde há contato corpo-a-corpo, e mantenha pelo menos os dois metros de distância entre os jogadores.

Exercitar-se sozinho é a atitude mais correta durante a pandemia para manter o distanciamento social

2 – Use máscara o tempo todo!

Que a máscara deve ser usada o tempo todo quando saímos de casa, muita gente já sabe. Ela é mais imprescindível ainda quando estamos executando atividades físicas ao ar livre, pois dispersamos milhares de partículas, que podem estar contaminadas, no simples ato de exalar o ar.

Os exercícios físicos podem ser dificultados pelo uso da máscara, por isso, o recomendado é que se reduza a intensidade ou a quantidade de repetições do treino para que você não sinta dificuldades ao respirar enquanto utiliza a máscara.

Outro ponto importante sobre o uso desse equipamento de proteção é que quando ela estiver úmida, deve ser trocada imediatamente para que sua eficiência não seja perdida.

A hidratação é fundamental durante a atividade física, não se esqueça de levar sua própria garrafa ou copo

3 – Evite Bebedouros

As autoridades de saúde não recomendam o uso de bebedouros que possuem contato direto ou aproximado da boca, justamente porque o coronavírus é transmissível também pela exposição das mucosas da boca, nariz e olhos à superfícies contaminadas.

Por isso, são aconselháveis apenas os bebedouros que dispensam a água em outros recipientes, como copos ou canecas. Vale lembrar que é necessário que cada pessoa tenha o seu próprio copo ou caneca.

Na dúvida, levar sua garrafa de água é sempre a melhor escolha!

4 – Higiene das mãos

Manter as mãos limpas é fundamental para evitar a contaminação por coronavírus. Por isso, lave as mãos antes de sair de casa e assim que chegar da rua. Durante o treino também é importante higienizá-las, lavando corretamente com água e sabão ou utilizando álcool em gel (70%).

Vale lembrar que o álcool não é tão eficiente quanto a água e o sabão, principalmente se as mãos estiverem muito sujas. Se você puder escolher, escolha sempre lavá-las!

5 – Exercícios em casa

Ainda que os ambientes ao ar livre sejam mais recomendáveis do que as academias, ficar em casa sempre será a medida mais segura. Por isso, se você tem espaço, prefira se exercitar em casa.

De acordo com o jornal El País, a Organização Mundial da Saúde (OMS) forneceu algumas orientações para se manter mais ativo no próprio ambiente doméstico, que são:

  • Subir as escadas o quanto for possível. Trocar o elevador pelas escadas é uma grande oportunidade para se exercitar
  • Realizar tarefas domésticas é uma forma de se exercitar
  • Busque por atividades divertidas, como a dança
  • Faça treinos de fortalecimento muscular, levantando pesos (como garrafas de água, sacos de alimentos, etc.), fazendo abdominais, flexões, entre outros exercícios.

Antes de começar a se exercitar, é importante e sempre recomendado que se busque uma orientação por profissionais de Educação Física, os especialistas que mostram qual tipo de exercício é mais adequado para as necessidades de cada pessoa.

Por: Camila Martins – Jornal Junior – Unesp/Bauru

Acesse todos os nosso conteúdos de Boa Forma clicando aqui

Comentários

Comentários

Mostrar mais
UPbe07

Editorial UP Cuesta Bem Estar

A UP Cuesta Bem Estar tem parceria com a empresa júnior Jornal Jr. da Unesp - Campus Bauru. Desta forma, todo o nosso conteúdo editorial é criado pelos integrantes desta fantástica iniciativa!

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo