UPbe04
ComportamentoEditorial Comportamento

Consumo consciente x Consumo exagerado: entenda como diferenciar esses dois termos pode beneficiar diversos setores do seu cotidiano

UPbe05

Comprar e descartar são práticas que devem ser repensadas sempre que vamos ao shopping e quando fazemos uma limpa nos nossos itens pessoais

Os comportamentos humanos afetam diretamente questões ambientais, e o cenário não é diferente quando falamos sobre consumo. Cada produto novo que compramos reflete em um gasto a mais de recursos naturais, além do descarte do item que está sendo substituído.

Comprar e descartar são práticas que devem ser repensadas sempre que vamos ao shopping e quando fazemos uma limpa nos nossos itens pessoais. As regras dos 3 R’s da Sustentabilidade – Reciclar, Reutilizar e Reduzir – podem, e devem, estar presentes quando pensamos no descarte dos objetos. Mas qual comportamento social e ecologicamente correto devemos nos basear quando vamos às compras? O consumo consciente pode ser a chave para ter controle, não só das suas finanças, mas também para gerar o menor impacto possível no meio ambiente.

UPbe16
editorial comportamento
Comprar apenas o fundamental e escolher o que menos impacta a natureza, diminui os prejuízos sobre o meio ambiente. (Flower photo created by jcomp – www.freepik.com)

Você conhece o consumo consciente?

            A palavra consumo pode nos levar a pensar diretamente em algo negativo, mas quando falamos de consumo consciente é possível desviar deste cunho. Ao levarmos em conta produtos e serviços ecologicamente corretos, a utilização dos bens até o fim de sua vida útil e a reciclagem dos materiais, estamos pensando em consumo consciente.

Quando seguimos este princípio, ao invés de comprar mais para satisfazer nossas vontades, buscamos equilibrar nosso bem-estar pessoal e a sustentabilidade, prezando por um desenvolvimento sustentável. Trata-se de focar no que é realmente necessário, desvalorizando os excessos.

UPbe15

E vale a pena investir neste tipo de consumo? Usar apenas o fundamental e escolher o que menos impacta a natureza, diminui os prejuízos sobre o meio ambiente. Substituir produtos comuns por outros recicláveis e mais duráveis, ecologicamente responsáveis, ajuda a diminuir os impactos da nossa existência no planeta.

Pensando além dos benefícios para a natureza e a sociedade, quem também sai ganhando somos nós! Nos livrarmos do consumismo e do endividamento, obtendo um equilíbrio e segurança financeira, são alguns destes benefícios.

Os conceitos de minimalismo e essencialismo são estilos de vida que levam em conta o consumo consciente.

O minimalismo é uma iniciativa de ter apenas coisas de fato necessárias. Trata-se da adoção de uma vida simples, em que a felicidade não está associada aos objetos e ao acúmulo destes. Mas não confunda as coisas, o minimalismo não é um radicalismo, ele é baseado no equilíbrio e na simplificação.

E  o essencialismo? Do que se trata? Este conceito baseia-se em dizer “não” a tarefas irrelevantes. Assim, toda a energia é direcionada àquilo que é essencial, trazendo mais produtividade, menos estresse e mais alegria.

            Entretanto, os princípios dos consumidores conscientes não são adotados por todos. Ao comprar excessivamente, sem necessidade e desconsiderando os impactos ambientais, pratica-se o consumo exagerado.

compras
Muito além de impactos negativos ao meio ambiente, o consumismo também prejudica o próprio consumidor. (Mockup photo created by rawpixel.com – www.freepik.com)

Do que se trata o consumo exagerado?

            O consumo exagerado costuma estar associado a uma forma de encontrar a felicidade. Comprar coisas sem necessidade ou utilidade pode ser reflexo de uma falta de controle emocional, onde compra-se para preencher um vazio interno, como se estivesse “comprando a felicidade”. Trata-se de um comportamento impulsivo e que, dependendo da intensidade, necessita de auxílio médico.

            E como ter controle próprio ao ir às compras? Pode-se colocar em prática um exercício do consumo consciente. Ao pensar em adquirir algo, pergunte a si mesmo:

  • O que irei comprar?
  • Por que estou comprando?
  • Será que é realmente necessário comprar?
  • Como vou usar o que comprei?

            Muito além de impactos negativos ao meio ambiente, o consumismo também prejudica o próprio consumidor: causando prejuízo financeiro e prejudicando planos pessoais ou de pessoas ao redor.

Por: Giovana Leal – Jornal Junior – Unesp/Bauru

Acesse todos os nosso conteúdos de Comportamento clicando aqui

Comentários

Comentários

Etiquetas
Mostrar mais
UPbe07

Editorial UP Cuesta Bem Estar

A UP Cuesta Bem Estar tem parceria com a empresa júnior Jornal Jr. da Unesp - Campus Bauru. Desta forma, todo o nosso conteúdo editorial é criado pelos integrantes desta fantástica iniciativa!

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar