UPbe04
BelezaEditorial BelezaGeral

Cosmiatria Verde: Entenda os motivos de escolher uma skincare mais sustentável

Descubra os benefícios da Cosmiatria Verde para sua pele e para o meio ambiente

Cada vez mais as pessoas e empresas, estão preocupadas com os impactos causados no meio ambiente, e a indústria de cosméticos se enquadra nessa pauta também. Seja um produto de skincare ou maquiagem, além de ser saudável e fazer bem para a pele, não prejudicar a natureza, ou maltratar os animais também precisa ser uma preocupação.

Este assunto vem ganhando destaque cada vez mais e já conquista grande parte do mercado, o que deve aumentar nos próximos anos. Uma pesquisa realizada pela Grand View Research (saiba mais), consultoria de pesquisa do mercado estadunidense, mostrou que o segmento global de cosméticos veganos deve atingir US $20,8 bilhões até 2025, uma taxa de crescimento anual de 6,3%. Entretanto, apesar do crescimento, a cosmiatria verde ainda provoca muitas dúvidas.

UPbe16
A imagem apresenta um fundo rosa. Uma mulher negra está sorrindo e de olhos fechados com as mãos levantadas antes de chegar ao rosto, há espuma branca em seus dedos. A mulher tem o rosto coberto pela mesma espuma e está com o cabelo preso, além de uma faixa verde água para segurar o mesmo.
A área de cosmiatria verde tem avançado nos últimos anos, aliada a tecnologia e pesquisas médicas para melhores resultados. (Reprodução: FreePik)

SERÁ QUE É UMA BOA ALTERNATIVA?

Nos últimos tempos, as pautas ambientais têm ocupado muitos espaços de relevância. E quando falamos sobre a indústria de cosméticos o cenário tem se alterado, principalmente por influência do movimento vegano e pelas causas de proteção aos animais. Por isso, em contrapartida às formas nocivas das grandes produções de cosméticos, a cosmiatria verde vêm como uma alternativa mais saudável, tanto para nós, como para a natureza.

Os produtos com ingredientes naturais são as fontes mais ricas de vitaminas, minerais, antioxidantes e outros nutrientes essenciais para a pele, mas são vários os rótulos que diferenciam um produto do outro. Então para uma compreensão rápida, saiba que os produtos podem se diferenciar entre:

  • Cruelty Free: o termo Cruelty Free significa ”livre de crueldade” ou “sem crueldade”. Isso quer dizer que visa abolir, o tanto quanto for possível, quaisquer testes ou atividades que exijam a participação de animais em sua realização.
  • Veganos: Esses produtos não possuem ingredientes de origem animal em sua composição. E em sua maioria, também não são testados em animais.
  • Orgânico: Basicamente, 90% da sua composição é de matérias primas orgânicas, ou seja, livres de produtos químicos e artificiais antes e durante o seu cultivo.
  • Natural: Apesar de se confundido com os produtos orgânicos, os naturais não possuem produtos químicos e artificiais em sua composição, mas suas matérias primas podem ter sofrido alguma dessas alterações.

Mas tenha atenção, o fato desses produtos serem isentos de origem animal, não garante que eles não tenham contra-indicações, por isso consultar um especialista é fundamental. Caso queira saber mais, em entrevista para a Cosmetic Innovation, a dermatologista Thatiana Hadlich, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, esclareceu algumas dúvidas sobre o assunto de forma objetiva e prática.

UPbe15
A imagem apresenta um fundo marrom. Uma mulher branca está sorrindo e segurando um vaso de cactos com o braço esquerdo. A mulher tem o rosto coberto por um máscara facial de cor verde e está com o cabelo preso.
Para uma beleza mais saudável e consciente, um cosmético também precisa garantir que não prejudica o meio ambiente, nem os animais (Reprodução: FreePik)

SAIBA ALGUNS CUIDADOS

Além da preocupação com os impactos ao meio ambiente, deve-se ter cuidado com o rótulo dos produtos. Algumas marcas usam da causa –  veganismo, defesa aos aos animais ou beleza ecológica – como uma jogada de marketing, o que pode acabar induzindo muitos consumidores ao erro. Então, leia os rótulos com cautela, prestando atenção nos ingredientes. Pois, é importante lembrar: vegano não é a mesma coisa que cruelty-free e, por sua vez, natural também não significa que é orgânico.

No mercado já existe uma variedade de produtos com os mais diferentes propósitos. Desde séruns concentrados com vitamina C a máscaras faciais de aloe vera com chá verde, para relaxamento e hidratação. Mas por fim, tudo depende da suas preferências e tipo de pele, por isso é indispensável antes de qualquer decisão uma consulta com um(a) dermatologista. Com a ajuda de um especialista, ficará mais fácil escolher produtos que irão beneficiar a sua pele e saúde, e agora também de forma consciente.

Gostou da matéria? Então fique atento(a) ao nosso blog caso queira ler outros conteúdos sobre beleza.

Por: Giovanna Santana – Jornal Júnior – Unesp/Bauru

Comentários

Comentários

Mostrar mais
UPbe07

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo