Boa FormaEditorial Boa Forma

Como atividades físicas ajudam no combate à obesidade infantil

Omaxlab

Saiba como brincadeiras e outras atividades físicas são importantes para evitar o sedentarismo e combater a obesidade infantil

a imagem está em preto e branco e mostra a boca e as mãos de uma adolescente. Em uma das mãos ela segura um copo de refrigerante, com o canudo dele na boca, e na outra ela segura um lanche
Legenda: A má alimentação e o sedentarismo contribuem para a obesidade infantil. Foto: exercício físico, em que há um planejamento a fim de manter ou promover o condicionamento físico. 

O importante é sempre estar se movimentando para queimar calorias e, assim, evitar o sedentarismo. Porém, com os avanços tecnológicos, as crianças passam muito mais tempo em frente às telas do computador e da televisão.

Um estudo publicado pela revista PLos One, em 2013, indicou que ficar na frente da televisão durante 3 horas pode aumentar o risco de obesidade de 10% a 27% em crianças e jovens.

Some a isso o isolamento social causado pela pandemia do Covid-19, que agravou esse cenário, uma vez que as crianças foram obrigadas a ficar em casa e, consequentemente, ainda mais próximas das telas.

Atualmente, mais do que nunca, os pais têm um papel fundamental em estimular a prática de exercícios físicos nos(as) filhos(as) e, consequentemente, reduzir o tempo que eles(as) ficam atrás das telas. E aqui temos algumas dicas que podem ajudar.

Brincadeiras dentro de casa

Nem toda atividade física tem que ser feita fora de casa. Experimente brincar de esconde-esconde ou crie uma brincadeira lúdica de “caça ao tesouro” para que a criança se movimente.

Você também pode incluir tarefas domésticas como atividades físicas e “premiar” as crianças após a conclusão de cada uma delas. Tudo isso sem sair de casa.

Práticas esportivas

A prática esportiva, além de ser ótima para o condicionamento físico, é uma atividade que aumenta a autoestima e o bem estar de qualquer indivíduo. Portanto, apresente os diferentes esportes para seus filhos(as), especialmente os coletivos.

Os esportes coletivos (futebol, vôlei, basquete entre outros) funcionam como uma ferramenta de socialização, em que a criança aprende valores fundamentais para a formação da sua personalidade, como “vitória e derrota”.

Porém, é importante deixar a criança à vontade para escolher o esporte que mais lhe interessa. Assim, ela fica mais motivada para praticá-lo com regularidade.

a imagem mostra 4 crianças durante um treino de futebol. Duas delas estão pegando as bolas ao fundo e as outras duas estão fazendo o percurso de zig zag entre os cones. Há também a treinadora, que está orientando as crianças que estão fazendo o zig zag.
Legenda: A má alimentação e o sedentarismo contribuem para a obesidade infantil. Foto: outras doenças.

Vale ressaltar que antes de tomar qualquer decisão é necessário consultar os(as) profissionais especializados em atividade física infantil para que os exercícios sejam realizados da forma correta.

Sendo assim, a prática de exercícios e atividades físicas é imprescindível para que crianças e jovens tenham uma vida feliz e, principalmente, saudável.

Acesse todos os nosso conteúdos de Boa Forma  clicando aqui

Por: Caio Chiozzi – Jornal Jr. – Unesp/Bauru

Comentários

Comentários

Mostrar mais
UPbe07

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo