ComportamentoEditorial ComportamentoGeral

Coleta seletiva: os caminhos da reciclagem para um planeta mais verde

A coleta seletiva correta do lixo é fundamental para que os mesmos possam ser reutilizados. 

Omaxlab

A coleta seletiva correta do lixo é fundamental para que os mesmos possam ser reutilizados

Reciclagem é o processo de reaproveitamento de resíduos para a geração de novos produtos ou matérias-primas, com o objetivo de reduzir a geração de resíduos e seu acúmulo na natureza e diminuir o impacto no meio ambiente. Há diversas técnicas para que a reciclagem aconteça de fato e a maneira mais conhecida é a Coleta Seletiva, responsável por separar os materiais de acordo com sua decomposição. 

Para entender melhor sobre a reciclagem e a coleta seletiva, trouxemos o Agrônomo e especialista do assunto Thomas Augusto Marquardt. Para compreensão maior sobre o tema, continue lendo o artigo! 

É necessário separar o lixo orgânico do inorgânico para que o processo de reciclagem aconteça corretamente.

O que é a coleta seletiva?

A Coleta Seletiva é a retirada dos resíduos que foram previamente separados dependendo de suas composições. Melhor dizendo, o processo se resume na separação de cada material presente no lixo para evitar a contaminação dos mesmos, o que tornaria a realização da reciclagem inviável financeiramente.

Os produtos são separados da seguinte forma: primeiro o lixo orgânico é separado do inorgânico e depois o inorgânico é dividido em diversos grupos de acordo com sua composição tal como Vidro, Metal, Papel, Plástico dentre outros. São as lixeiras coloridas que todos conhecem. 

“A CS separa os resíduos em úmidos, secos, recicláveis e orgânicos, em que cada uma dessas categorias recebe um tipo de tratamento especial devido à sua origem e natureza.” Afirma o agrônomo Thomas.

Por que devemos praticar a coleta seletiva?

Cada resíduo tem um processo único para se transformar, o tratamento utilizado com o papel tem que ser diferente do usado para com o metal. Além disso, é importante saber separar quando os produtos de mesma composição podem ou não podem ser colocados juntos. O papel alumínio, por exemplo, não se encaixa com o metal e nem com o papel. 

É importante ressaltar que sem o recolhimento seletivo a reciclagem fica mais difícil e sem a reciclagem a situação do meio ambiente acaba ficando ainda pior. 

Em entrevista, o agrônomo acrescentou que o método é importantíssimo à reciclagem: “Ao torná-la mais viável e eficiente, reduz o impacto potencial que esse lixo todo pode vir a causar às pessoas e ao meio ambiente”

Nem todos os itens de mesma composição são recicláveis.

O lixo orgânico

O lixo orgânico deve ter um tratamento diferente. Sua reciclagem não é igual ao dos inorgânicos e ocorre naturalmente. Resíduos orgânicos representam cerca de 50% do lixo do Brasil e longe dos produtos inorgânicos podem ser utilizados como adubo.

O trabalho de “reciclagem” deste tipo de material pode ser feito em escala industrial ou até mesmo doméstica. A Compostagem é a maneira mais fácil de reciclar matéria orgânica. 

Como é a reciclagem no Brasil? 

A lei N 12.305 da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) diz que a coleta seletiva é obrigatória para todos os municípios do País. Ainda assim, o Brasil consegue reciclar apenas 2,1% de tudo aquilo que coleta segundo o Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento, o SNIS. 

Segundo a lei, a ideia é que 72,6% da população brasileira tenha acesso à coleta seletiva e que 20% de todos os produtos coletados sejam reciclados de fato. Hoje o número de brasileiros com acesso à coleta seletiva é de 40%.

Thomas no entanto ressalva que segundo a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), em 2016, o Brasil contava com aproximadamente 70% de seus municípios com CS, o que nos mostra um certo progresso sobre a ideia inicial do estado brasileiro.

Por mais que ainda não seja o ideal, a coleta seletiva cresceu no Brasil na última década. 

Benefícios

A adoção do recolhimento seletivo traz consigo séries de vantagens futuras e atuais. A diminuição do desperdício e a diminuição da demanda de matéria prima é um benefício incalculável para o meio ambiente. 

Além disso, a reciclagem por meios comunitários pode ser fundamental para a melhora da imagem de uma cidade, deixando-a mais limpa. Por fim, a adoção do procedimento comunitário e industrial traz benefícios aos cofres públicos, já que o investimento se ramificaria.  

Em despedida, o Jovem Engenheiro Agrônomo destaca que: “A CS entra como uma maneira de agir visando mitigar nossos impactos no meio ambiente. Vivemos em sociedade, e por sermos numerosos, geramos muitos resíduos que não simplesmente desaparecem ao irem embora com o caminhão de coleta de lixo, ou com um agente catador. Esses descartes vão para algum lugar, e, se não destinados e manejados corretamente, podem trazer consequências sérias ao ecossistema – especialmente ao considerar a escala da geração de lixo em um município. Compreender e ser consciente dos impactos das nossas ações no meio-ambiente é tarefa da educação ambiental. Parte de lidar com isso, é realizar a Coleta Seletiva e posterior reciclagem de nossos resíduos e descartes” .

Como devo separar meu lixo? 

Várias famílias já usam um lixo separado para os reciclados. Mesmo assim, o ideal é que todos os lixos sejam separados de acordo com sua decomposição, facilitando o trabalho de reciclagem. 

Por fim, enquanto em público é essencial que saibamos onde devemos descartar nosso lixo. As famosas lixeiras coloridas é a base da coleta seletiva e podemos a identificar pela suas cores, são elas:

Azul – papel e papelão

Vermelho – plástico

Verde – vidro

Amarelo – metal

Marrom – resíduos orgânicos

Preto – madeira

Roxo – resíduos radioativos

Laranja – resíduos perigosos

Branco – resíduos ambulatoriais e de serviço de saúde

Cinza – resíduo geral não reciclável ou misturado, ou contaminado não passível de separação

Agora que você já sabe tudo sobre reciclagem, chegou a hora de ajudar a preservar nosso planeta e botar a mão na massa. 

Por Bruno Barrena – Jornal Jr. – Unesp

Comentários

Comentários

Mostrar mais
UPbe07

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo