BelezaEditorial BelezaGeral

Argila: saiba como incluí-la na sua rotina de cuidados

Omaxlab
Foto: Engin Akyurt – Unsplash

Veja como os diferentes tipos de argila podem auxiliar na rotina de cuidados com a pele e o cabelo

Atualmente, a argila vem sendo muito utilizada para os cuidados pessoais, especialmente da pele e do cabelo. Seja em máscaras pré-prontas ou em sua forma natural, ela se popularizou devido aos vários benefícios que ela traz graças à sua composição.

As argilas são rochas sedimentares formadas a partir da deposição e cimentação de materiais minerais ou orgânicos ao longo dos anos, além da incorporação de outros oligoelementos.

Elas são encontradas no formato em pó e podem ser misturadas com água ou óleo para serem aplicadas na pele ou cabelo.

Dessa maneira, elas auxiliam no rejuvenescimento e fornecem nutrientes importantes para a pele e o corpo. Dentre os benéficos que o uso da argila possui, podemos destacar a capacidade absorvente, seborreica, cicatrizante, calmante, suas propriedades esfoliantes e de renovação da pele. 

Além disso, os oligoelementos são responsáveis pelas diferentes cores e uso das argilas, tornando-as multifuncionais. Vamos conhecer a seguir quais são os tipos de argila, suas propriedades e usos para a pele e o cabelo.

Atualmente, a argila vem sendo muito utilizada para os cuidados pessoais, especialmente da pele e do cabelo – Foto: Freepik

Argila verde

Composta por óxido de ferro, cálcio, potássio, silício, manganês, selênio, zinco e magnésio, é a argila mais comum e indicada para pessoas com pele oleosa e acneica, uma vez que possui ph neutro que atua na regulação da glândula sebácea. Pessoas com pele seca não devem utilizá-la.

Além disso, o silício presente na fórmula atua como cicatrizante e regenerador, reduzindo as inflamações. Cabelos oleosos são se beneficiados com o uso de argila, assim como pessoas que sofrem com caspas.

Argila branca

A verde é a mais suave de todas por ser composta apenas de alumínio e silício. Porém, é a mais indicada para peles sensíveis.

Combate a oleosidade, tem ação suavizante e clareia a pele. As axilas e virilhas são áreas beneficiadas pela ação calmante.

Argila preta

É que mais possui matéria orgânica em sua composição, além de titânio, silício e alumínio. Rejuvenesce qualquer tipo de pele e melhora a circulação sanguínea do local aplicado.

Devido a sua alta capacidade rejuvenescedora, é a mais indicada para combater a queda de cabelo de forma natural, sem química.

Argila vermelha

Mais conhecida como “barro vermelho”, é rica em óxido de ferro, cobre e silício que agem para prevenir o envelhecimento, reduzir o estresse, retirar impurezas e deixar a pele macia. A argila vermelha é utilizada para pele sensível, apesar de ser utilizada em todos os tipos.

Para o cabelo, é ideal na remoção de sujeira, o que deixa os fios hidratados e brilhantes.

Argila rosa

Esse tipo surge da mistura entre as argilas branca e vermelha. Possui função antisséptica, cicatrizante e suavizante, deixando a pele revitalizada e hidratada.

Ela também oferece efeito oxidante para recuperar a maciez dos fios e mantê-los hidratados. Cabelos ressecados são beneficiados com seu uso.

Argila amarela

É rica em dióxido de silício e combate a flacidez e envelhecimento. Além disso, nutre o tecido cutâneo com sais minerais. Geralmente, não possui funções capilares.

Argila cinza

Essa argila é benéfica para pessoas com pele ressecada, por ser rica em antioxidantes. Ela ajuda a desinchar a pele e eliminar manchas. Geralmente, não possui funções capilares.

Argila marrom

É a argila mais pura e rara de todas, difícil de ser encontrada. Muito eficaz em peles oleosas, acneicas e que estão iniciando o processo de envelhecimento, porque ativa a circulação no local, o que revitaliza e equilibra a pele. Geralmente, não possui funções capilares. Geralmente, não possui funções capilares.

Argila bege

A bege absorve a oleosidade natural e não desidrata a pele, portanto é recomendada para peles oleosas e acneicas (assim como a marrom).

Além disso, possui efeito cicatrizante e anti-inflamatório. Geralmente, não possui funções capilares.

Argila roxa

Apenas os cabelos se beneficiam dessa cor. Deriva da mistura entre a branca, marrom e vermelha. Essa argila é a mais rica em magnésio e, por isso, atua na produção de colágeno, que fortalece o couro cabeludo e reestrutura os fios.

Por não absorver pigmentos escuros, é a mais recomendada para passar em cabelos claros.

Como aplicar?

A argila é um dos produtos de beleza mais benéficos, portanto demanda muito cuidado. Para extrair todos os nutrientes que ela oferece, é necessário comprar a argila em pó, pois ela é mais pura do que a encontrada em máscaras pré-prontas.

Para aplicá-la na pele ou cabelo, misture o pó com um pouco de água até virar uma pasta e depois aplique imediatamente na área desejada. Caso você guarde a mistura para usar em outro momento, ela pode ressecar e perder a qualidade.

O intervalo de uso na pele varia de acordo com o tipo dela. Se você possui uma pele oleosa, o recomendado é utilizar a argila a cada 3 dias; caso sua pele seja mais ressacada é necessário dar um intervalo maior, de 7 a 10 dias.

No cabelo, independentemente do tipo, não deve utilizá-la mais de 1 vez a cada duas semanas, para não prejudicar a saúde dos fios.

(Caio Chiozzi – Jornal Jr. – Unesp Bauru)

Comentários

Comentários

Mostrar mais
UPbe07

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo