Editorial ModaGeralModa

Moda minimalista: saiba como adotar o estilo

Omaxlab

Menos também pode ser mais na moda; conheça o estilo minimalista

Arara de roupas, que representam a moda minimalista
Com poucas peças, você pode montar um looks diversos. Reprodução: Freepik

Quem nunca ouviu a frase: “menos é mais”. Esta expressão define exatamente o conceito do minimalismo — uma vida que adota somente o que é realmente necessário, sem exageros. A moda entra nesse conceito quando pensamos em um estilo de roupas que decide ir contra a maré do consumismo desenfreado da sociedade, a moda minimalista. 

A moda minimalista é a expressão da simplicidade em tecidos, cores e cortes. Mas além do design, ela representa as pessoas que querem ter estilo e elegância, procurando saber a melhor maneira de comprar e também a hora de desapegar. Isso abre espaço para uma maior organização, versatilidade e também para a sustentabilidade.

Como surgiu a moda minimalista?

Movimentos como o slow fashion e de consumo consciente têm se tornado grandes tendências, mas não é de hoje que o minimalismo na moda existe.

Em 1990, a estética minimalista começou a aparecer como uma resposta aos excessos das décadas de 70 e 80. Ela era mais uma ideia, do que uma proposta comercial, que foi criada em Paris.

Personalidades como Rei Kawakubo, Issey Miyake e Yohji Yamamoto começaram ainda nos anos 80 a corrente do “less is more”, menos é mais em português. A intenção deles era criar vestimentas de modelos mais simples e de cores mais neutras, mas não deixando de expressar algo grande e estiloso.

Moda minimalista no Brasil

Mesmo que o movimento do minimalismo tenha nascido em outras partes do mundo e ainda seja mais discreto aqui no meio dos brasileiros, ele tem conquistado um maior espaço aqui no país. Estilistas e entusiastas mantêm essa moda no país, como Raquel Davidowicz, que a colocou em alta aqui no Brasil desde a década de 90.

Há aqueles que apostam em diferentes tipos de minimalismo. Huis Clos é um exemplo deles, que tem uma pegada mais desconstruída, já a Gloria Coelho, com uma ideia mais futurista.

Além disso, existem marcas nacionais que embarcaram no minimalismo e vendem produtos interessantes. É o caso da Loja Três, no Rio de Janeiro, que tem como foco principal tons únicos e a sobriedade, e a Não Vivo Sem, localizada em São Paulo, que tem um traço artístico que conta com uma customizações a mão.

O público brasileiro tem descoberto sua identidade na moda minimalista e pode começar a colocá-la em prática.

Dicas para adotar um estilo minimalista

Mulher branca segurando um moletom cinza, que representa a moda minimalista
Com o mínimo, monte o look que é o máximo. Reprodução: Freepik

Mesmo que a ideia central de um estilo minimalista seja o que o próprio nome diz, utilizar o mínimo, nem sempre é fácil se organizar para que isso aconteça. Então, aí vão algumas dicas para você que quer mergulhar de cabeça nessa moda:

  • Você não precisa fugir dos modismos e das tendências, mas sim analisar o motivo da aquisição de uma peça de roupa;
  • A base do seu guarda-roupa deve ser peças simples e clássicas que você possa usar sempre e com tudo; a palavra dessa moda é a versatilidade;
  • Não guarde itens quebrados, se possível, conserte imediatamente para que você não compre outro para substituir e não acumule coisas sem razão;
  • Mantenha apenas as roupas que te fazem sentir bem, se certifique que você irá encontrar apenas  o que você gosta de usar;
  • Conheça o que você gosta e descubra combinações: você pode ter um armário cápsula, com 30 a 40 peças. Parece pouco, mas você pode mesclar de infinitos jeitos.

Com o mínimo, monte o look que é o máximo

Por fim, depois de ouvir esses conselhos e compreender a essência da moda minimalista, você precisa saber alguns itens indispensáveis que não podem faltar no seu guarda-roupa:

  • Cores neutras: Cores como branco, bege, preto, cinza, azul marinho são peças chave para compor esse estilo;
  • Valorize texturas e tecidos:As diferentes modelagens podem conferir de maneira simples um movimento cheio de personalidade para o look;
  • Estampas clássicas: Podem aparecer em detalhes e garantir o toque de ousadia que falta na roupa;
  • Cortes: Os formatos fazem toda a diferença para dar o estilo. Cortes retos em calças de alfaiataria são minimalistas e elegantes, você também pode apostar em assimetrias para dar uma cara diferente;
  • Abuse do básico: Vestidos lisos, casacos longos, até o próprio jeans podem te fazer sentir confortável e até chique.

Encontre a sua forma de ser minimalista e entre nas passarelas do consumo consciente, com uma boa dose de estilo

Gostou do conteúdo? compartilhe com quem você sabe que é amante de moda e além disso navegue pelos outros textos que temos aqui no site que te dão conhecimento sobre bem-estar de uma maneira fácil e legal.

Por: Juliana Paiva – Jornal Jr. – Unesp/Bauru

Comentários

Comentários

Mostrar mais
UPbe07

Editorial UP Cuesta Bem Estar

A UP Cuesta Bem Estar tem parceria com a empresa júnior Jornal Jr. da Unesp - Campus Bauru. Desta forma, todo o nosso conteúdo editorial é criado pelos integrantes desta fantástica iniciativa!

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo