Editorial ModaGeralModa

Modas vintage e retrô: estilo e consciência

Omaxlab

Nos últimos anos, as tendências vintage e retrô ganharam força através dos brechós, mas você sabe porque essas coisas se relacionam? Continue aqui, e você vai entender isso e também como viver essa moda na prática.

Atualmente, debates sobre o impacto da indústria da moda no meio ambiente se tornaram comuns, principalmente por causa do alcance dessas pautas nas redes sociais.

Um relatório que a Fundação Ellen MacArthur publicou, uma empresa que trabalha no desenvolvimento de conteúdos sobre economia circular, mostrou que, a cada segundo, se queimam ou descartam o equivalente a um caminhão de lixo cheio de sobras de tecido em aterros sanitários. 

Fotografia de Rio Lecatompessy. há várias costureiras que fabricam peças de roupas
A indústria da moda pode entrar em conflito com a sustentabilidade/ Reprodução: Unplash

Além disso, os dados mostram que a produção fast fashion, em escala global, faz com que a indústria têxtil seja responsável por gerar 1,2 bilhão de toneladas de gases de efeito estufa por ano. 

Portanto, o relatório apontou que, para contribuir com a redução desses impactos, os consumidores podem, entre outras coisas, adotar práticas sustentáveis, como revenda e reciclagem das peças. É nesse ponto que entram os brechós e a moda vintage e retrô!

Diferenças entre moda vintage e moda retrô

Mesmo que, muitas vezes, pareçam sinônimos, as palavras vintage e retrô possuem significados diferentes no mundo da moda. E a diferença está, justamente, na origem e na época da peça.

Vintage é aquela peça originalmente antiga, já usada, adquirida em brechós e bazares, ou que foi passada por gerações. Alguns estudiosos de moda afirmam que as peças consideradas vintage são aquelas fabricadas até a década de 60. Alguns outros, consideram que as peças feitas até anos 1980 também são vintage.

Já na moda retrô, a peça é nova, mas reinterpreta uma peça antiga. Geralmente, tem inspiração em algo do passado, mas possui uma modelagem nova, adaptada para a atualidade.

Influências da cultura pop

As estéticas vintage e retrô estão super em alta, principalmente pela influência da cultura pop – de séries à músicas – na moda. O recente movimento de inspiração no passado contempla, principalmente, os anos 1980 e 1990. E é por isso que tantas tendências desse período voltaram e já podem ser encontradas nas lojas.

Em primeiro lugar, como uma grande influência atual podemos citar, por exemplo, a série norte-americana Stranger Things. A estética dos 1980 invadiu os guarda-roupas, principalmente dos mais jovens. Também se passam na mesma época produções atuais como This is Us, Chernobyl, Mulher Maravilha 84, It: a Coisa, entre outros.

Também podemos falar sobre a música, um exemplo é a cantora Dua Lipa, que traz referências dos anos 80 nos figurinos de clipes, e em composições, com o álbum “Future Nostalgia”. A lista de exemplos continua com o álbum “After Hours” de The Weeknd, a música “Night Crawling” de Miley Cyrus, “Let’s Love” de Sia, “Last Train Home” de John Mayer, ”Van Weezer” de Weezer, entre outros.

Caixas com vários discos de música no estilo vintage e retrô. Braços de uma mulher pegam um disco.
As músicas também fazem referência ao vintage e retrô/ Reprodução: Fotografia de Matthew Henry, via Shopify

Principais tendências retrô

Entre as tendências retrô que voltaram com tudo, podemos citar:

Blusas de gola alta: foram um ícone fashion do século XX que se esqueceu por um tempo. Agora, voltam com tudo nas diversas opções de cores, tecidos e cortes.

Mulher negra usa óculos marrom e uma blusa de gola alta cinza. Tem uma mão no rosto e está muito sorridente
As blusas de gola alta podem trazer muita elegância

Tie-dye: febre principalmente durante a quarentena, a origem das peças tingidas se dá entre os anos 1960 e 1970, com os hippies.

Jardineiras e salopetes: a inspiração vem de roupas de trabalhadores industriais. Essas peças tomaram as passarelas nos anos 1980 e 1990. Agora, com a crescente dos brechós, elas voltaram com tudo.

Mulher sorridente em um fundo azul, veste uma jardineira e salto alto. Está em pé com uma mão na cintura posando para a foto
As jardineiras trazem conforto e uma série de possibilidades no estilo/ Reprodução: freepick

Peças oversized (modelagem ampla): tendência na década de 90, as peças mais largas e com comprimentos maiores estão em alta de novo!

Pochete: alguns odeiam, outros amam: a peça foi um acessório marcante nos anos 80 que voltou com tudo nos últimos anos.

Slip dress: estando em alta nos 90, é um vestido delicado de alça fina, com um estilo que remete a uma camisola. Atualmente, tem sido muito usado com t-shirts ou blusas de manga comprida.

Mulher negra tem a mão na cintura e posa para a foto em um fundo cor de rosa. Está vestindo um vestido rosa de alça final, com um blazzer rosa no ombro.
Veja a delicadeza e o poder , ao mesmo tempo, que essa peça dá!/ Reprodução; freepick

Óculos escuros redondos: o acessório tão comum nos anos 80 e 90 está voltando com tudo, principalmente nas armações menores e repaginadas!

Plataformas: tendência nos anos 90, principalmente por conta das Spice Girls, os modelos de sapato com solado alto e reto já podemos ver nas lojas, tanto nas sandálias, como nos tênis!

Pés de mulher com sapato plataforma preto.
As plataformas conferem um ar mais pesado e cheio de personalidade no look/ Reprodução: freepick

Com a volta da moda vintage e retrô, é possível encontrar seu estilo, gastando pouco e com muita consciência. Se permita usar aquela peça do fundo do guarda-roupa que você gostava tanto no passado ou, quem sabe, visitar um bazar da sua cidade. O que importa, no fim, é se sentir confortável e confiante com seu próprio estilo! 

Lara Campeão- Jornal Jr/ Unesp Bauru

Comentários

Comentários

Mostrar mais
UPbe07

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo