Editorial NutriçãoGeralNutrição

Hidratação: Veja benefícios a curto prazo de beber água com frequência

Beber água talvez seja a melhor eais fácil ação que podemos fazer a si mesmo no dia-a-dia.

Omaxlab

A água é imprescindível para a saúde completa do corpo. Além de corresponder a cerca de 60 a 70% da composição corporal, ela ajuda a levar oxigênio e sais minerais para as células, auxilia o bom funcionamento dos rins, aumenta a massa muscular, além de expulsar grande parte das substâncias tóxicas por meio do suor e da urina. 

“A água é necessária para o cérebro para criar sinais elétricos, possibilitando que os íons sejam rapidamente movidos para dentro e para fora das células nervosas”, afirma Jodi Stookey, especialista em efeitos de água e hidratação em doenças crônicas. “Nada disso poderia acontecer sem água.”

Por isso, é extremamente necessário estar atento à ingestão do líquido durante o dia. No geral, as recomendações da quantidade de água variam de acordo com a idade e o peso, faça os cálculos de acordo com a tabela abaixo:

Faixa EtáriaQuantidade de água por kg
Jovens até os 17 anos40 ml por cada kg
18 a 55 anos35 ml por cada kg
55 a 65 anos30 ml por cada kg
Mais de 66 anos25 ml por cada kg

Pessoas que praticam atividade física devem tomar entre 500ml a 1 litro de água por cada hora de atividade física, principalmente se transpirar muito durante a série. Além disso, as diferenças de temperatura entre regiões também influenciam na quantidade ideal de água a ser ingerida por dia. 

Assim, para saber com precisão qual a quantidade de água que deve ser ingerida, é recomendado consultar um nutricionista, que levará em conta todas as variáveis

Benefícios da Água

1. Ajuda na concentração 

Segundo a nutricionista Vicki Shanta Retelny, “o cérebro funciona melhor quando está devidamente hidratado. O pensamento fica mais claro, o foco melhora e os neurônios certamente irão agir de uma melhor forma”. 

Um estudo inicial publicado no The Journal of Nutrition pesquisa sobre a relação da hidratação com a função cerebral. Segundo dados, uma perda de 1,4% do peso corporal em líquidos durante uma atividade física causava uma pequena queda na concentração.

2. Pode melhorar o humor 

Uma variedade de fatores afeta o humor, e a hidratação é um deles. O estudo citado acima, publicado no The Journal of Nutrition, também encontrou uma associação entre perdas leves de líquido e distúrbios de humor. Mais estudos irão analisar os fatores. 

3. Otimiza o desempenho físico

A água ajuda na regulação da temperatura corporal, da pressão sanguínea e do transporte eficiente de nutrientes. Segundo o American Council on Exercise, todas essas funções afetam consideravelmente o desempenho físico. 

Perder 2% do líquido do seu corpo pode fazer com que você comece a sentir fadiga, tenha que realizar maior esforço e tenha problemas para regular a temperatura do corpo. 

4. Lubrifica as juntas

Água é um componente do líquido sinovial – um líquido transparente e viscoso das cavidades articulares e bainhas dos tendões – que lubrifica e amortece as articulações, a fim de evitar o atrito dos ossos.

Uma hidratação adequada é importante para manter a membrana sinovial das articulações saudável. 

5. Regula a temperatura corporal

Como nosso corpo remove líquidos através do suor, estar bem hidratado é necessário para que isso seja feito com eficiência, sem causar desidratação.

6. Ajuda na hidratação da pele

A pele, maior órgão do corpo, também depende de uma boa hidratação. Sem a quantidade de líquido correta, a pele pode ficar desidratada com aquela aparência de sem vida e opaca.

7. Ajuda a prevenir constipação 

Beber água regularmente é eficiente para manter o intestino regular, bem como consumir fibras, como frutas, vegetais e grãos.

8. Mantém o volume de sangue

A água, como principal componente do plasma sanguíneo, cerca de 90%, permite que o oxigênio e os nutrientes sejam distribuídos por todo o corpo. 

9. Elimina as toxinas

A água possibilita que os rins expulsem os resíduos criados pelos processos metabólicos do corpo, que acontecem a todo o momento. 

10. Ajuda a evitar ressacas

O álcool é diurético, ou seja, promove a perda de líquidos do corpo através do aumento da produção de urina. Alguns sintomas da ressaca são agravados pela desidratação causada pela bebida. Assim, é recomendado beber água intercalando com o álcool ou fazer isso logo na manhã seguinte.  

11. Ajuda a prevenir pedras nos rins

Ingerir água é uma das melhores maneiras de reduzir o risco de pedras nos rins, de acordo com a National Kidney Foundation. Sem água suficiente, a produção de urina diminui, permitindo que os minerais formadores de pedras se acumulem nos rins e na bexiga.

Do mesmo modo, ingerir líquido suficiente pode ajudar a controlar o risco de infecções no trato urinário.

Desidratação

A desidratação acontece quando o corpo perde mais água do que ingere. Alguns fatores podem dar origem à desidratação: Vômitos, diarréia, uso de medicamentos que aumentam a excreção urinária (diuréticos), sudorese profusa (por exemplo, durante ondas de calor, especialmente com esforço prolongado) e diminuição da ingestão de água.

Os sintomas de desidratação leve a moderada incluem:

  • Sede
  • Diminuição da sudorese
  • Diminuição da elasticidade da pele
  • Diminuição da produção de urina
  • Boca seca

No caso de desidratação grave, a sensação de sede pode diminuir e pressão arterial pode cair, provocando sensação de desmaio ou até desmaio efetivamente. Se a desidratação continuar, podem ocorrer graves danos aos órgãos internos, como rins, fígado e cérebro. 

Para desidratação leve, beber mais água talvez seja suficiente. Para desidratação mais grave, é necessário tomar uma solução especial, administrada por médicos através de um catéter intravenoso, para reidratação oral que contenha a concentração certa de minerais (eletrólitos) e açúcar. 

Agora você já sabe um pouco mais sobre a importância da água para o nosso organismo! Bem como seus benefícios e como ocorre a desidratação. Constantemente, busque estudar mais sobre o assunto e procure um profissional (médico, nutricionista e educador físico) para entender melhor o funcionamento e as necessidades do seu corpo!

Por: Bruno Barrena, Jornal Jr – UNESP Bauru.

Comentários

Comentários

Mostrar mais
UPbe07

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo